top of page

Nota de falecimento - Dr. Cid Gomes



A medicina catarinense perdeu neste primeiro de maio o pneumologista Cid Gomes aos 93 anos de idade. Com uma trajetória profissional de quase 70 anos na área da Saúde, ele deixou marcas importantes como médico, pesquisador científico, gestor e exemplo de solidariedade ao exercer o trabalho voluntário no atendimento aos idosos do Asilo Irmão São Joaquim, em Florianópolis. O dr. Cid nasceu em 24 de outubro de 1929 e em 1954 iniciou o curso de Medicina na Universidade Federal do Paraná, seguido de uma pós-graduação em Pneumologia, no Rio de Janeiro.


O início da vida profissional aconteceu em Itajaí onde foi diretor do Centro de Saúde e um dos primeiros médicos do Hospital Marieta Konder Bornhausen. Em 1961, já casado com Lia Rihl Gomes, veio morar em Florianópolis, cidade na qual, além de médico, exerceu inúmeras outras funções na área da Saúde. Ao longo da carreira profissional, o Dr Cid Gomes foi professor do curso de Medicina da Universidade Federal de Santa Catarina e ocupou vários cargos, como diretor da Vigilância Epidemiológica, diretor do Hospital Nereu Ramos, superintendente do Inamps, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia e secretário-adjunto da Secretaria Estadual da Saúde.


Além disso, sempre esteve envolvido em ações importantes da saúde catarinense. Nas décadas de 50 e 60 trabalhou intensamente do combate à tuberculose sendo um dos fundadores Associação de Combate à Tuberculose no estado. Em 1980, acompanhou a visita do cientista Albert Sabin a Santa Catarina para orientar e estabelecer critérios para o combate a poliomielite no estado. A partir da década de 90, quando começou a atender pacientes com HIV tornou-se membro pesquisador do Conselho Nacional de Saúde.


O médico pneumologista era leitor voraz e viajou o mundo incansavelmente em busca de novos conhecimentos ou para repassá-los. Foram incontáveis participações em cursos e congressos em países da América Latina, Estados Unidos e até mesmo no Japão onde na década de 70 cursou uma especialização em Programas de Combate à Tuberculose. Entre tantas funções e responsabilidades, ainda conseguiu conciliar a paixão pelo futebol com o cargo de médico do Avaí Futebol Clube.


O pneumologista Cid Gomes teve 7 filhas, 11 netos e 15 bisnetos, sendo que deste total sete seguiram carreira profissional na área da saúde.


Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page